Municípios do Paraná recebem mais 208 caminhões do projeto Patrulha Ambiental, Diamante D’Oeste está entre os contemplados

Veículos foram destinados a 150 municípios e integram a Patrulha Ambiental, da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest). São 37 Caminhões Baú; 29 Compactador; 28 Limpa-Fossa; 82 Caminhões Pipa; e 32 Caminhões Poliguindaste.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta quarta-feira (29) mais 208 veículos para a Patrulha Ambiental em 150 municípios do Paraná. O investimento é de R$ 60 milhões, oriundo dos recursos depositados pela Petrobras no Fundo Estadual do Meio Ambiente (FEMA), devido a uma indenização por um acidente ambiental há mais de 20 anos no Rio Iguaçu. Foram entregues 37 caminhões baú; 29 compactadores; 28 limpa-fossa; 82 caminhões pipa; e 32 caminhões poliguindastes.

“Durante a estiagem, foram esses caminhões que ajudaram a combater incêndios e abastecer populações isoladas e também foram eles que ajudaram a conter o fogo no Pantanal há dois anos. Hoje, a Patrulha Ambiental também ajuda na parte de limpeza de fossa, coleta seletiva de resíduos sólidos, recolhimento de entulhos de material de construção – que muitas vezes é jogado em terreno baldio –, então é toda uma preparação para colaborar com o meio ambiente, já que o Paraná é considerado do Estado mais sustentável do Brasil”, disse o governador.

O Paraná contabiliza a entrega de 568 veículos desde 2019, com investimento total de R$ 157,6 milhões. A Patrulha Ambiental é uma iniciativa da Sedest, executada através do Instituto Água e Terra (IAT).

“Ela foi concebida para atender as demandas dos municípios. Quando analisamos quais municípios já receberam algum veículo vemos um Paraná contemplado, priorizando municípios com IDH mais baixo”, destacou o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Everton Souza.

Os caminhões pipa serão utilizados para higienização, irrigação, combate a incêndios florestais e abastecimento de água, em especial para propriedades rurais que sofrem com a seca prolongada. Os compactadores de lixo são responsáveis por reduzir o volume dos resíduos que são coletados pela equipe de colaboradores da prefeitura ou das empresas terceirizadas que fazem o trabalho. Os de coleta seletiva auxiliam o município na coleta domiciliar de materiais recicláveis para posterior separação e destinação correta.

Os caminhões caçamba + poliguindastes auxiliam os municípios em serviços adequados de coleta e destinação final dos resíduos de construção civil e outros pequenos geradores. E o caminhão limpa-fossa auxilia na limpeza no esgotamento sanitário de comunidades rurais, desobstrução do esgoto nas vias e na drenagem pluvial e encaminhamento destes efluentes a locais de tratamento e destinação ambientalmente correta.

Segundo o diretor-presidente do IAT, José Volnei Bisognin, a gestão de resíduos sólidos precisa ser trabalhada a partir dos municípios, para então garantir um meio ambiente habitável. “O lixo é um dos maiores problemas ambientais do planeta e o Paraná, e através da Patrulha Ambiental os ajudamos a amenizar esses problemas”, disse.

O prefeito de Diamante D’Oeste, Guilherme Pivatto Junior, esteve na capital paranaense e trouxe para o município um caminhão baú e um caminhão compactador, que serão utilizados na coleta seletiva e na recolha de resíduos sólidos respectivamente.

De acordo com o prefeito os caminhões representam mais um importante avanço para o município de Diamante D’Oeste, sendo de fundamental importância para a destinação correta dos resíduos.